O que é vitamina D?

A vitamina D é importante para uma boa saúde geral e ossos fortes e saudáveis. Além disso, é um fator importante para garantir que seus músculos, coração, pulmões e cérebro funcionem bem e que seu corpo enfrente e combata as infecções.

Seu corpo pode produzir sua própria vitamina D a partir da luz solar. Mas, você também pode obter vitamina D de suplementos e, apenas uma quantidade muito pequena vem de alguns alimentos que você come.

A vitamina D que você obtém na pele por ação da luz solar e a vitamina D dos suplementos, tem que ser alterada por seu corpo várias vezes antes de ser usada. Uma vez que esteja pronto, seu corpo usa isso para gerenciar a quantidade de cálcio em seu sangue, ossos e intestino e para ajudar células em todo o corpo a se comunicar adequadamente.

 

Qual a função da vitamina D?

As vitaminas são produtos químicos que são necessários para que o corpo tenha uma boa saúde. Elas são vitais para todos e garantem que o seu corpo funcione bem, seja capaz de combater doenças e se curar.

A ligação entre a vitamina D e os ossos fortes e saudáveis foi feita há muitos anos, quando os médicos perceberam que a luz solar, que permite produzir vitamina D, ou tomar o óleo de fígado de bacalhau, que contém vitamina D, ajudou a prevenir uma condição óssea chamada raquitismo em crianças.

Hoje, a vitamina D é vista como uma parte vital da boa saúde e é importante não apenas pela saúde dos seus ossos. Pesquisas recentes agora estão mostrando que a vitamina D pode ser importante na prevenção e tratamento de uma série de sérios problemas de saúde a longo prazo.

 

Como atua a vitamina D?

A vitamina D gerencia cálcio no sangue, ossos e intestino e ajuda células em todos o corpo a se comunicar adequadamente.

A vitamina D tem origem principalmente na sua pele quando exposta à luz solar. Depois disso, seu corpo passa por uma série de processos químicos para torná-la pronta pra utilização.

Quando sua pele é exposta ao sol, ela produz vitamina D e a envia para o fígado. Se você tomar suplementos ou comer alimentos que contenham vitamina D, seu intestino também envia a vitamina D ao fígado. A partir daqui, seu fígado altera-a para uma substância chamada 25 (OH) D. Quando seu médico ou seu nutricionista fala sobre seus níveis de vitamina D, isso significa a quantidade de 25 (OH) D que você tem no seu sangue.

Este produto químico é enviado para todo o seu corpo, onde diferentes tecidos, incluindo o seu rim, o transforma em vitamina D ativada. Esta vitamina D ativada agora está pronta para desempenhar suas funções. A partir disso, fica um pouco complexo, mas imagine que a vitamina D ativada pode trabalhar de duas maneiras:

1. Gerenciar cálcio em seu sangue, ossos e intestino;

2. Ajudar células em todo o corpo a se comunicar corretamente.

Seu corpo pode fazer vitamina D

A vitamina D não é como a maioria das outras vitaminas. Seu corpo pode fazer sua própria vitamina D quando você expõe sua pele à luz solar. Mas seu corpo não pode fazer outras vitaminas. Você precisa obter outras vitaminas dos alimentos que você come. Por exemplo, você precisa obter vitamina C de frutas e vegetais.

Além disso, o que torna a vitamina D única em comparação com outras vitaminas é que quando seu corpo recebe sua vitamina D, transforma a vitamina D em hormônio. Esse hormônio às vezes é chamado de “vitamina D ativada” ou “calcitriol”.

Obter a quantidade certa de vitamina D não depende apenas dos alimentos que você come. Para obter vitamina D em quantidade suficiente, você precisa expor sua pele à luz solar regularmente e também precisa tomar suplementos. Isso faz com que a quantidade certa seja um pouco mais complexa se comparamos com outras vitaminas e minerais.

A vitamina D é muito importante para ossos fortes. O cálcio e o fósforo são essenciais para desenvolver a estrutura e a força dos seus ossos, e você precisa de vitamina D para absorver esses minerais. Mesmo se você comer alimentos que contenham muito cálcio e fósforo, sem vitamina D suficiente, você não pode absorvê-los em seu corpo. A vitamina D é importante para a boa saúde geral, e os pesquisadores agora estão descobrindo que a vitamina D pode ser importante por muitas outras razões fora da boa saúde óssea. Algumas das funções do corpo que a vitamina D ajuda incluem:

  1. Sistema imunológico, que o ajuda a combater a infecção
  2. Função muscular
  3. Função cardiovascular, para um coração e circulação saudáveis
  4. Sistema respiratório – para pulmões e vias aéreas saudáveis
  5. Desenvolvimento cerebral
  6. Efeitos anticancerosos

Os pesquisadores ainda trabalham para entender completamente como a vitamina D funciona dentro de seu corpo e como isso afeta sua saúde geral.

Se seu corpo não recebe vitamina D suficiente para mantê-lo saudável, isso é chamado de deficiência de vitamina D. A deficiência grave de vitamina D pode causar uma condição chamada raquitismo em crianças e uma condição chamada osteomalácia em adultos. Ambas as condições causam ossos moles, finos e quebradiços.

A falta de vitamina D também foi associada a algumas outras condições, como câncer, asma, diabetes tipo II, hipertensão arterial, depressão, doença de Alzheimer e doenças auto-imunes como a esclerose múltipla, a doença de Crohn e a diabetes tipo I.

Infelizmente, cerca de 80% das pessoas que vivem no ambiente urbano estão deficientes nesta substância.

Para entender a importância desta vitamina, basta que você entenda o que foi dito pelo neurologista Cícero Galli Coimbra, professor associado e pesquisador da Universidade Federal de São Paulo: “É só pensar no que representa para o organismo a falta desta vitamina que controla 270 genes, inclusive células do sistema cardiovascular”.

 

Segundo os padrões estabelecidos pelo Vitamin D Council e pela Endocrine Society o nível de vitamina D no sangue deve estar entre 50 e 80 ng/mL. Alguns pesquisadores da vitamina D acreditam que estes níveis sejam os melhores, embora sejam necessárias mais pesquisas para confirmação desses valores.

Se o nível estiver entre 100 e 150 ng/mL, significa que, embora não seja o nível tóxico e nocivo, você deve ficar atento. Uma vez que a partir de 150 ng/mL já é considerado tóxico e nocivo ao organismo.

O valor acima de 100 ng/mL é muito utilizado para tratamento de doenças autoimunes (como por exemplo o Diabetes), nestes casos há necessidade de acompanhamento laboratorial. Uma vez que para ingestão de dosagens elevadas de Vitamina D é necessário acompanhamento.

Alguns alimentos são fontes naturais de vitamina D:

  • Óleo de fígado de bacalhau: 1 colher de chá possui 453 UI.
  • Salmão cozido: 100 g possui 345 UI.
  • Sardinha enlatada em óleo, drenada: 50 g possui 250 UI.
  • Atum, enlatado em óleo: 85 g possui 200 UI

Como você pode ver, a vitamina D é muito importante para que seu corpo funcione melhor.

Por isso, procure um médico ou um nutricionista funcional atualizado e que entenda deste tipo de tratamento e faça uma avaliação.

 

Dra. Vânia Barboza

 

Fonte:

1) https://vitaminadbrasil.org/

2) https://www.vitamindcouncil.org/

Deixar uma resposta